Loading...

Como um vento que anima e modela todos os fenómenos, a energia Qi representa um dos princípios essenciais da visão daoísta e de outros sistemas do mundo. Toda a interpretação desenvolve-se dos princípios deste paradigma, que torna-se compreensível, através de uma diligente prática e aprendizagem.

Nas práticas daoístas as perspectivas físicas, químicas, nutricionais, etc. são entendidas como complementares, mais-valias e secundárias. A essência e visão principal assenta na qualidade energética do fenómeno.

No milenar ideograma chinês do Qi, este é representado como o vapor que emana do arroz, sendo algo insubstancial que contém e dá força de vida.
Partilho este vídeo das construções do inspirador Theo Jansen, que servirá como metáfora ao Qi através do Vento, enquanto força invisível que anima e modela as estruturas.

Tudo emana energia Qi 氣 (ou Chi). Entende-se que todos os problemas advêm de um distúrbio da energia Qi. A energia precede a matéria e a matéria é uma condensação de energia. É a base de todas as substâncias, que se tornam manifestações deste em diferentes graus de vibração.

Uma tradução aproximada seria “energia”, “força vital”, entre outras, pois trata-se de um conceito amplo, visto que o Qi manifesta-se de diversas formas no organismo, com diversas funções como : transformação, transporte, manutenção, ascendência, protecção e aquecimento. Num sentido mais abrangente, o Qi é a base para os fenómenos do universo como um todo.

Este é um príncipio universal que é encontrado sob diferentes nomes :

  • Qi na China e Japão
  • Prana na Índia
  • Energia Vital a Ocidente
  • Grande Vento nos Índios americanos
  • Biofotões pelo físico Alexander Gurwitsch
  • Matriz no filme Matrix
  • Fluxo no filme Avatar
  • Força na saga de filmes “Guerra das Estrelas”

A palavra japonesa para triste / deprimido / melancólico, é inki (陰気), composta pelos ideogramas Yin+Qi. Signicando que a energia está mais para dentro, mais frágil, mais yin. O próprio termo depressão (de+pressão) sugere este mesmo declive em que algo vai para baixo ou para dentro, por ação de uma pressão entre dois pólos. E que pólos são esses ? A comparação. Porém não é deste artigo debater esta questão da depressão.

May the Qi be with you” (possa o Qi estar contigo)

Os exemplos são abundantes e várias expressões idiomáticas portuguesas, sugerem qualidades particulares de Qi, tais como : copo-de-leitepato-bravo, queque, chico-esperto, carapau-de-corrida, cabeça-no-ar, aluado, duro que nem uma pedra, marreta, arregaçar as mangas, acordar com os pés de fora, barata-tonta, vira-casacas, etc.

Qi é também aquilo que sentimos perto de uma cascata de água, aquela energia que emana da terra a seguir a uma chuvada ou quando ficamos animados por algo. Quando o Qi está bem alinhado, tudo prossegue movido por esta força, sem esforço. É caso para dizer “May the Qi be with you” (possa o Qi estar contigo).

Fontes

O vídeo mostra a obra de Theo Jansen’s, com as espécies que cria desde 1990. Formas vivas soltas nas praias, que compõem numerosas espécies da evolução conhecida por “Strandbeest”. Os seus animais obtêm a energia a partir do vento, esse é todo o alimento que necessitam para se mover e no futuro o criador pretende juntá-los em manadas.
A música no vídeo é Khachaturian’s Spartacus.

2017-11-29T23:37:51+00:00

Comente com gosto

%d bloggers like this: