Porque temos sintomas à mesma hora? A que horas dói menos fazer a depilação? Porque é que sou mais criativo entre a uma e as três da manhã? Como é que isso prejudica o meu fígado e vesícula? Porque é que a laranja de noite é “chumbo”? Como posso melhorar a minha saúde?

Para ter uma vida equilibrada, é essencial alinharmo-nos com o ritmo. Os sábios enfatizam que esse ritmo é dado quando nos alinhamos com a natureza (o macrossistema). Entendê-lo permite-nos diagnosticar e tratar doenças e sintomas de acordo com a hora do dia. Permite-nos saber qual o período em que o sono é mais profundo e regenerador. Ou porque é que tão vital para o desenvolvimento das crianças, o deitar cedo. Podemos assim saber de que forma ciclo biológico influencia o estado de espírito, saúde e diferentes faculdades. Em que períodos aumenta naturalmente a tensão arterial ou baixa. Alinhar ao ritmo, permite-nos dançar com este em vez de lutar contra este.

Ciclos Circadianos

Ciclo circadiano, ritmo de vida, relógio biológico, cronobiologia, ritmos do corpo, ciclo Qi do corpo, ciclo energético dos órgãos… são apenas alguns dos nomes deste ciclo, presente em diferentes sistemas de medicina, tanto no Ocidente como no Oriente.

Durante milhões de anos de evolução. levantamo-nos com o nascer do sol, adormecendo pouco depois de este se pôr. O nosso corpo, apercebendo-se disto, criou um ciclo interno de funções, um relógio biológico, para dar o melhor desempenho ao corpo, tendo em conta o grande sistema do qual somos parte, os nossos hábitos externos e as nossas necessidades de autorregulação internas.

O corpo ajusta-se considerando que este planeta rodopia sobre si, a 24 horas por dia. Pode parecer lento, mas tal significa que, à superfície do planeta, movemo-nos a 1675 km por hora (465 metros por segundo), numa “Velocidade Furiosa” versão planeta Terra.

Como se não bastasse o rodopio, metade do tempo o planeta é fustigado por radiação solar, que só não nos frita porque temos uma atmosfera protegendo-nos do lança-chamas. Durante metade do dia, aproveitamos a luz para ver melhor, o calor para aquecer as mãos, a vitamina D para nutrir o corpo, usamos óculos da moda e orientamos a vida movidos por esta fornalha celestial. Na outra metade, a radiação desce literalmente a pique, permitindo-nos ver outras estrelas flamejantes, apreciando a súbita calma para sonharmos e regenerarmo-nos.

Identifica-se o núcleo supraquiasmático (NSQ), como o centro primário do cérebro, de regulação dos ritmos circadianos. Sabe-se que a estimulação deste segrega melatonina pela glândula pineal e que a rede de 20 000 neurónios que o compõe regula diferentes funções no corpo. Gera-se um ritmo com um ciclo ligeiramente superior às 24 horas. Este ligeiro desfasamento, possibilita um reajuste natural ao longo do ano. Além de rodopiar sobre si, a Terra move-se pelo espaço em torno do Sol a 50 000 km por hora. E a chávena de chá que bebo neste momento, nem sequer treme.

Alterações aos ciclos circadianos

Imagine colocar o seu relógio com fuso horário de outro local. Mais do que saber se pode fazê-lo, é importante compreender se é desejável fazê-lo.

Como vida, temos 3900 milhões de anos passados a reagir ao ciclo anual de rotação da terra, do sol e da lua. Como animal humano, já contamos com cinco milhões de anos de evolução seguindo este ritmo diurno.

Até podemos criar artíficios para alterar o nosso comportamento para sermos noturnos, acender lâmpadas de noite, impedir a entrada de luz de dia, tomar estimulantes e (des)regularmo-nos ao ritmo que nos apetecer. O que os estudos sugerem até à data, é que isso simplesmente não se verifica a nível biológico assim tão rápido. E mesmo as primeiras alterações biológicas, tendem a ter repercussões prejudiciais para os organismos (des)regulados. Basta observar os inúmeros casos de animais de cativeiro que, tendo os padrões de luz alterados, desenvolvem mais doenças e a esperança de vida desce a pique.

Tudo parece sugerir que os sistemas envolvidos no ritmo biológico são extremamente profundos e ancestrais, ultrapassando o macrossistema em que estamos inseridos. A sua modificação implicaria uma mudança radical na nossa biologia para que passassem a ocorrer de uma forma harmoniosa e sem efeitos colaterais.

Segunda a OMS (Organização Mundial de Saúde):

Aqueles que trabalham de noite têm uma probabilidade três vezes maior de diminuir o seu tempo de vida, assim como de contrair todo o tipo de doenças.

Esta é a razão pela qual de noite os preços tendem a subir para todo o trabalho, produto ou serviço. Ainda assim, a compensação tende a ser ridícula, face ao elevado risco e prejuízo sobre os trabalhadores noturnos.

A reação do cérebro à luz do dia pelo núcleo supraquiasmático controla diversas funções essenciais, como o sono, a regeneração do corpo e a autorregulação dos processos fisiológicos. Até os cegos sofrem do chamado efeito jet-lag quando trocam o dia pela noite após viagens de avião entre cidades com fusos horários significativamente diferentes. O corpo parece ter desenvolvido vários sistemas para perceber se é dia ou noite. Mesmo quando tentamos iludir um dos sistemas, os outros parecem ser capazes de detetar a incongruência, baralhando o sistema hormonal.

Estes ritmos foram sendo codificados nos genes ao longo da nossa evolução enquanto vida, estando presentes ao nível das células, como em tudo o que é vivo.

Foi comprovado que até uma bactéria contém em si um ciclo circadiano, pelo qual se regula.

Comprovou-se também que o ciclo circadiano de um ser humano e de uma mosca são relativamente semelhantes. Do ponto de vista biológico, somos animais diurnos e são inúmeros os estudos que atestam os danos que a saída do “ritmo” inflige à saúde e à psique.

É certo que as possibilidades da epigenética poderiam abrir portas à ideia de adaptação. A relevância crescente do RNA (reescrito pelo estilo de vida e ambiente) sobre o DNA (herdado e aparentemente imutável) cria essa possibilidade. Porém, muito sinceramente, não apostaria a minha vida nisso. Sendo algo tão ancestral, a complexidade da modificação da nossa matriz é tal que não colocaria grandes esperanças na adaptação harmoniosa do corpo.

Como interpretar os ciclos circadianos

Pelas 23h00, a vesícula encontra-se no seu pico ascendente (mais ativa), pelo que se estiver em tensão (excesso de energia Qi) esta será a hora em que este desequilíbrio se manifesta. Por oposição, é também a hora em que o coração se encontra no seu pico descendente (menos ativo), pelo que se estiver em colapso será nesta hora que se manifesta. O estômago encontra-se num estado de maior poder digestivo entre as 7h00 e as 9h00, tornando-se mais passivo entre as 19h00 e as 21h00. O fígado fica mais ativo entre a 1h00 e as 3h00 da manhã. É por isso que, se ainda não estivermos a dormir a esta hora, sentiremos uma espertina. Estando o fígado associado a processos criativos, é também neste período que muitos artistas sentem um pico de criatividade. Estando a lutar contra o sono, é normal sentirmo-nos subitamente mais despertos. É também o período em que, por oposição, o intestino delgado recebe menos energia, tornando-se difícil digerir convenientemente o que quer que seja ingerido durante este período. Esta é também a hora em que o fígado se reequilibra e se desintoxica. Quanto ao cérebro, utiliza este período para entrar em sono profundo, purificando-se das toxinas acumuladas durante o dia e calibrando-se para otimizar o seu funcionamento no dia seguinte. Se estivermos acordados durante este período, iremos dificultar este processo, o que, com o tempo, poderá prejudicar a nossa saúde, bem como a nossa memória.

É importante realçar que as horas apresentadas são uma referência aproximada. O relógio biológico segue um ciclo ligeiramente superior às 24h. Reajustes poderão e deverão ser feitos, considerando a mudança da hora, a estação do ano e aspectos individuais.

Os orgãos afetados em cada período

Fígado

1h às 3 h (Fígado mais ativo, Intestino Delgado menos ativo)

Este é o período ideal para sonhar, com um sono profundo e regenerador. Se acordamos a esta hora o fígado está sobrecarregado pelo processo de desintoxicação. Estar acordado a esta hora também prejudicará o fígado assim como álcool, químicos, drogas (fármacos e estupefacientes) que o intoxicam.
Um dos papéis do fígado é armazenar o sangue e orientar-nos ao longo do dia. Se não dormimos nesta hora, rapidamente podemos entrar em défice, especialmente nas mulheres pela importância do sangue no fígado para a menstruação (mesmo que já esteja na menopausa). Emocionalmente o fígado está associado à raiva (“os maus fígados”) e por oposição à tolerância e a capacidade de sermos mais pacientes. O despertar neste período está associado a raiva reprimida e ressentimentos antigos.

01h00 Maior probabilidade de as grávidas entrarem em trabalho de parto; Células imunológicas (linfócitos T auxiliares) estão no ponto máximo.
02h00 Sono mais profundo; relaxamento máximo; hormonas de crescimento estão mais elevadas.

Sintomas de desequilíbrio: menstruação irregular, anemia, fadiga crónica e dor de cabeça.

Ponto de acupressão regulador
3F 【太衝, tàichōng】 “Reset geral”
(alternativo: 1F, Dadun “Grande Montanha”)

Pulmão

3h às 5h (Pulmão mais ativo, Bexiga menos ativo)

É tempo de dormir e vibrar. Com os pulmóes a ativarem para expelir toxinas, é possível começarmos a tossir mais neste período. O ressonar ganha também força.
O pulmão é responsável pelo movimento da energia Qi através dos meridianos ao longo de todo o corpo, tendo um papel essencial no sistema imunitário. Emocionalmente está associado à tristeza, mágoa e preocupações. O acordar neste período pode estar associado a uma mágoa ou arrependimento.

04h00 Maior probabilidade de ataques de asma.
04h30 Temperatura corporal mais baixa.

Sintomas de desequilíbrio: respiração ruidosa ou ofegante, tosse, asma ou adoecer facilmente.

Ponto de acupressão regulador
7P 【列缺, lièquē】 “Brecha divergente”
(alternativo: P8, Jingqu “Canal da sarjeta”)

Intestino Grosso

5h às 7h (Intestino Grosso mais ativo, Rim menos ativo)

Acorde e beba água. O corpo precisa de água para manter a saúde do cólon.
Dê uma caminhada. movimente o corpo e evite cafeína a esta hora.
Este é o melhor período para ter o movimento intestinal. Estando o intestino grosso em modo de “deixar ir”, física e emocionalmente.
Os níveis de melatonina começam a cair.
Os níveis de insulina no sangue estão mais baixos.
Aumenta a pressão arterial. a frequência cardíaca e os níveis de cortisol (elevando o stress).

06h00 Maior probabilidade de que se inicie a menstruação.
06h45 Aumento da pressão arterial.

Sintomas de desequilíbrio: prisão de ventre, fezes secas, irritação na pele e sentirmo-nos emocionalmente “presos” ou estagnados.

Ponto de acupressão regulador
4IG【合谷, hégŭ】 “Vale convergente”.
(alternativo: IG1 , ShangYang “Metal Yang”)

Estômago

7h às 9h (Estômago mais ativo, Pericárdio menos ativo)

Tome um bom pequeno-almoço É tempo de alimentar bem e preparar para o dia (fazer a mala, snacks, almoço, entre outros). Como a função do estômago é digerir, este é o melhor período para tomar um bom e saudável pequeno-almoço. Os sintomas de artrite reumatoide ficam piores. As células imunológicas (linfócitos T auxiliares) estão no seu nível mais baixo.

07h30 Para a secreção de melatonina.
08h00 O risco de ataque cardíaco e AVC é mais elevado (entre as 6h00 e as 12h00).
08h30 A evacuação é mais provável devido à ativação do intestino.

Sintomas de desequilíbrio: refluxo (gastrite), úlcera no estômago e mau hálito.

Ponto de acupressão regulador
36E 【足三裏, zúsānlĭ】 “Mais três quilómetros”

Baço-Pâncreas

9h às 11h (Baço-pâncreas mais ativo, Triplo Aquecedor menos ativo)

Trabalhe e seja ativo. O baço está associado a uma mente aguçada, dando suporte ao metabolismo e convertendo nutrientes em energia. Neste período, podemos ajudar o baço com um chá quente ou com um snack ligeiro.

09h00 Níveis mais altos de testosterona. Boa altura para praticar desporto.
10h00 Estado máximo de despertar.

Sintomas de desequilíbrio: fezes soltas, inchaço após as refeições, desejo de doces e falta de energia.

Ponto de acupressão regulador
4BP 【公孫, gōngsūn】 “Imperador das ramificações”
(alternativo: B3, TaiBai “Supremo Branco”)

Coração

11h às 13h (Coração mais ativo, Vesícula menos ativa)

É tempo de almoçar e socializar. Desfrute de conversas e do convívio. Devemos conviver com outros seres e cooperar. Disponha-se a servir e a estabelecer contacto. Nutra-se com uma refeição que não o deixe enfartado.
Durante estas horas é conveniente relaxar, desfrutar do almoço e sossegar. Como o coração não gosta de calor (emocional ou físico), é de evitar cafeína, stress, exercício intenso e tudo o que aumente a pressão sanguínea.

12h00 Os níveis de hemoglobina no sangue atingem o ponto máximo

Sintomas de desequilíbrio: palpitações, respiração curta, mãos e pés frios, insónia.

Ponto de acupressão regulador
7C 【神門, shénmén】 “Portas do espírito”
(alternativo: C8, Shaofu “Palácio Menor”)

Intestino Delgado

13h às 15h (Intestino Delgado mais ativo, Fígado menos ativo)

É tempo de organizar e ordenar os assuntos. Afazeres que não requeiram grande criatividade, que decresce neste período.
O corpo digere o almoço e “separa as águas”. O intestino delgado separa os fluídos limpos dos menos puros, que envia para a bexiga e intestino grosso. Se não bebermos água suficiente ao longo do dia, vamos sentir-nos desidratados nestes períodos.

14h30 Maior coordenação

Sintomas de desequilíbrio: úlceras no duodeno, inchaço com vómito ou gases.

Ponto de acupressão regulador
3ID 【後溪, hòuxī】 “Riacho vazante”
(alternativo: ID5, Yanggu “Vale Yang”)

Bexiga

15h às 17h Bexiga mais ativa, Pulmão menos ativo)

Trabalhe, estude e beba chá, que ajudará a desintoxicar o corpo. Podemos sentir neste peíodo, os níveis de energia a descer, especialmente se estivermos desidratados. A bexiga armazena e liberta a urina, sendo nutrida por alimentos mais salgados. Uma sopa de miso ou um bom caldo de vegetais durante esta hora poderão ajudar a fortalecer a bexiga (e os rins, o órgão emparelhado).

15h00 Mais força a agarrar, frequência respiratória e reflexos mais elevados.
15h30 Maior velocidade de reação.
16h00 Pulsação arterial e pressão sanguínea atingem o nível máximo.

Sintomas de desequilíbrio: ardor ao urinar, infeção urinária e incontinência urinária.

Ponto de acupressão regulador
60Bx 【昆侖, kūnlún】 “Força de montanha”
(alternativo: B66, Zutonggu “Ligar o pé ao vale”)

Rim

17h às 19h (Rim mais ativo, Intestino Grosso menos ativo)

Restaure a energia e coma um pouco, voltando a comer ou petiscar no dia seguinte. Os rins restabelecem as reservas de energias. Se sente um cansaço, avalie onde gastou essa energia e tente colocar-se em primeiro lugar.
Os rins são responsáveis pelo nosso impulso, desenvolvimento, capacidade reprodutiva e crescimento. Atividades que dão suporte a isto passam por dar e receber amor, uma refeição saudável (leve) para manter forte a “essência” do rim.

17h00 Maior eficácia cardiovascular, força muscular e elasticidade.
18h00 Maior fluxo urinário.
18h30 Pressão arterial mais elevada.

Sintomas de desequilíbrio: dificuldades sexuais, falta de vigor, dores lombares e cabelos brancos prematuramente.

Ponto de acupressão regulador
1R 【湧泉, yŏngquán】 “Fonte termal”
(alternativo: R10, Yingu “Vale Yin”)

Pericárdio

19h às 21h (Pericárdio mais ativo, Estômago menos ativo)

Socialize, namore e divirta-se! O pericárdio é responsável pela circulação, pelo cérebro e pelos órgãos reprodutores. É considerada a melhor hora para parir, ter relações e receber uma massagem relaxante. O pericárdio é considerado um governador do coração. Para dar-lhe suporte, devemos ser gentis e suaves, obtendo assim um bom sono. Atividades como meditação, estiramentos suaves, ler ou namoriscar irão nutrir o pericárdio.

19h00 Temperatura corporal máxima.

Sintomas de desequilíbrio: Problemas mentais e emocionais, cãibras nos braços ou no peito, cara ou axilas inchadas, mãos quentes e suadas.

Ponto de acupressão regulador
6Pc 【內關, nèiguān】 “Portão interior”
(alternativo: PE8, Laogong “Palácio do trabalho exaustivo”)

Triplo Aquecedor

21h às 23h (Triplo Aquecedor mais ativo, Baço menos ativo)

É tempo de desfrutar, relaxar e ler. A tiroide e as adrenais começam a regular-se especialmente neste período. O Triplo Aquecedor (三焦, Sānjiāo) agrega um conjunto de funções responsáveis pela transferência de energia, regulação da temperatura e metabolismo. Evite comer neste peíodo e comece a preparar-se para dormir, indo mais cedo no inverno e um pouco mais tarde no verão.

21h00 Inicio de secreção de melatonina; Limiar da dor é mais baixo.
22h30 Interrupção dos movimentos intestinais.

Sintomas de desequilíbrio: Abdómen inchado, edemas, incontinência, dores na face, dores de garganta, zumbidos, dores na lateral do peito, no umbigo, nas coxas ou pernas.

Ponto de acupressão regulador
5TA 【外關, wàiguān】 “Portão exterior”
(alternativo: TA6, Zhigou “Ramificar e drenar”)

Vesícula Biliar

23h à 1h (Vesícula Biliar mais ativa, Coração menos ativo)

É tempo de dormir e regenerar! Tendo pedras na vesícula as dores poderão aumentar neste período.
Fisicamente a vesícula armazena e segrega a bílis, emocionalmente está associada à autoestima e ao tomar de decisões. Quando não dormimos nesta hora, estamos a esgotar as reservas de energias da vesícula, que com o tempo, leva a uma baixa autoestima, mau julgamento e dificuldade em digerir gorduras.

23h00 Reações alérgicas são mais prováveis.
00h00 produção crescente de vasopressina até de manhã. A vasopressina é uma hormona antidiurética associada à regulação dos líquidos no corpo e a suprimir a sensação de sede. A desregulação desta hormona está associada à diabetes insípida e outras questões relacionadas com a constrição dos vasos sanguíneos.

Sintomas de desequilíbrio: pensamentos erráticos e desordenados, dificuldade em acalmar e meditar, acidez e dores de estômago, dor de cabeça (principalmente entre as sobrancelhas), tensão no maxilar, bruxismo (ranger os dentes), sabor amargo na boca, problemas de visão, dor nas axilas, nas omoplatas, na lombar e nas laterais do corpo.

Ponto de acupressão regulador
41VB 【足臨泣, zúlínqì】 “Governador das lágrimas”
(alternativo: VB41, Zunlinqi “Pé Governador das Lágrimas”)

A infografia dos Ciclos Circadianos é uma obra extraordinária, de consulta rápida e conveniente. Aproveite a oportunidade, disponível.