Casa dos Sonhos 2017-11-29T23:37:27+00:00

<

div style=“text-align : center;”>

✨ Momentos de vida boa numa aldeia paradisíaca. Entre serras e riachos, alimentação natural (gulodices macrobióticas) e muito mais. Perfeito para relaxar e redobrar forças, no ambiente descontraído e familiar da Casa dos Sonhos. ✨

LOCAL Casas da Ribeira (Mação)

DATA 27 a 29 Maio 2016 (tarde de sexta-feira até tarde de domingo)

PROGRAMA (clique para ver)

✨ Utilizamos produtos de higiene naturais. Os alimentos biológicos são confecionados por chefs experientes em alimentação saudável. ✨

 INVESTIMENTO TOTAL ༓138 (o valor base com o valor extra, sendo indissociáveis)

☉ Valor base suporta três dias e duas noites, sete refeições, snacks, logística do evento, transporte das estações de Alvega-Ortiga ou Mação para a aldeia.

☉ Valor base ༓138

Valor extra suporta as diversas aulas, workshops, palestras e atividades lúdicas. Nesta data teremos : qigong da longevidade, meditação, culinária macrobiótica, técnicas de massagem terapêutica, práticas de saúde e bem-estar, 5 tons de música curativa, caminhadas e outras palestras.

Valor extra Oferecido gratuitamente (nesta data)

✨ Em cada evento existem profissionais que facilitam atividades em áreas ligadas à alimentação, saúde, bem-estar, lifestyle, viagens ou desenvolvimento pessoal. ✨

? Meteorologia e outras previsões

Um facto simples que tem vindo a ser gradualmente esquecido é o de que toda a previsão ou plano, é sempre um palpite. Cada vez mais temos vindo a ficar reféns da ilusão do controle. Para os mais ansiosos, que preferem algum tipo de palpites para se alinharem, ficam aqui algumas orientações para que possam tomar as devidas precauções. Daremos caminhadas, porém não lançaremos nenhum satélite para o espaço (até ver). As nuvens aqui são bastante livres fazendo o que lhes dá na telha. O sol aquece, de noite arrefece, por vezes chove. (In)certos dias vê-se bem o nascer e o pôr-do-sol. (In)certas noites temos milhares de estrelas no céu. Há água quente, temos cacau, chá, lareira, sumos e piscina biológica. Desfrutamos ao máximo em todas as condições.

meteorologia-gambuzina-alqimia

✨ Investimos para proporcionar eventos excecionais de transformação e boa vida. É de agarrar a oportunidade ou continuar a riscar no disco “é porque não tinha de ser”? ✨

VidaBoa_Casa-dos-Sonhos_alojamento

Alojamento

VidaBoa_Casa-dos-Sonhos_ambiente

Envolvência

VidaBoa_Casa-dos-Sonhos_atividades

Atividades

VidaBoa_Casa-dos-Sonhos_comida

Alimentação

22 Comentários

  1. Maria Cecilia Couchinho 15 Setembro, 2015 em 23:51 - Responder

    Mais um delicioso fim de semana “Vidaboa” num espaço maravilhoso. Grata Vasco, grata
    Biofamily <3

  2. Ana Varandas 15 Setembro, 2015 em 17:44 - Responder

    Sem duvida alguma foi uma das experincias mais gratificantes que ja tive ! A energia positiva e o carinho sentiram-se em cada momento.
    Obrigada por tudo o que aprendi em tao poucos dias e ainda mais pelo “bichinho” que ficou em querer saber mais e melhorar a cada dia para tornar todos os dias numa Vida Boa 🙂
    Parabéns Familia Baião, vou voltar*

  3. Jack Kellington 15 Setembro, 2015 em 11:12 - Responder

    Excelente Fim de Semana ! Boa comida, Bons Conhecimentos, Boa Gente ! VidaBoa !
    Um espaço onde existe uma harmonia excepcional, com uma energia positiva simplesmente brutal.
    Não tenho o dom da palavra, mas gostava de realçar as novas amizades, as experiências partilhadas entre pessoas de diferentes pontos do pais.
    A comida também tem que ser comentada, foi tão boa que se tornou uma missão impossível para parar de a comer !
    E em particular, a liberdade que nos foi dada em podermos fazer tudo ou simplesmente nada fazer…

    Um abraço a todos os que lá estiveram comigo, em particular à minha miúda (que me levou com ela) e às fantásticas pessoas que nos receberam como amigos, filhos e irmãos !

  4. Cátia 14 Setembro, 2015 em 23:55 - Responder

    (…) Perfeito para relaxar e redobrar forças (…)”
    Fui para relaxar e acabei por me deixar envolver na energia Boa do Grupo ;
    fui para redobrar forças e acabei por me deixar transformar e aprender que é possível, aos poucos, ir transformando as semanas em VidaBoa. Grata!…

  5. Diogo Aguiar 13 Setembro, 2015 em 19:27 - Responder

    Adorei este fim-de-semana, sem dúvida de Vida Boa ! As partilhas e amizades criadas são de valor incalculável. A todos os que participaram Um Bem Hajam, estou muito grato !

  6. laura 24 Agosto, 2015 em 22:09 - Responder

    Estou ansiosa por começar o curso dos cinco elementos,sinto que tudo o que fiz já me fez bem
    Obrigada

  7. Marta Silva 24 Agosto, 2015 em 18:43 - Responder

    Família, amor, felicidade, mudança. Obrigada!!!!

  8. Vânia Magalhães 24 Agosto, 2015 em 11:51 - Responder

    A beleza de ir ao encontro dos mestres…É boa a vida no apenas ser 🙂 Grata !

    • Acácio Viegas 24 Agosto, 2015 em 13:11 - Responder

      Da mãe terra a nutrição
      Do coração a fertilidade
      Sementes que dão luz em todas as direções
      Rituais, cerimónias informais
      Sons Silenciosos
      Onde o solista é um grupo

      As terras preenchidas como o deserto
      O mestre não se vê, mas sente-se
      Não é um, mas é Uno
      A água move-se
      Numa quietude estonteante
      Uma vibração gravítica, que flutua
      Que unifica espírito e matéria

      O amor não finda nem começa
      É simplesmente
      Sendo Terra sou o Céu
      Sendo Pai sou Filho
      Sendo Yang sou Yin
      Apenas Sou, divino !

      In, Gratidão, Casa dos sonhos, apenas Ser !

    • Diogo Tonello Campos 24 Agosto, 2015 em 15:57 - Responder

      Mais do que um evento. Um verdadeira partilha sem clichés. Uma ligação directa á essência com o toque perfeito da mãe natureza. TOP.

  9. Madalena Teixeira de Figueiredo 24 Agosto, 2015 em 11:38 - Responder

    Mais que uma casa, que um fim de semana, que um grupo, fomos uma família. E, como qualquer família que se preze, cada um se mostrou tão distinto como tolerante. Como repetente destas experiências que sou aprendi, entre outras coisas, que só assim, dando e aceitando sem medo de deixar de lado os preconceitos, conseguimos olhar alguém nos olhos e, nem que seja apenas por uma vez na vida, não olhar para o nosso reflexo estampado, mas sim para o verdadeiro ser que naquele momento nos encara.
    So cheguei a uma conclusão…vou voltar !

  10. João Parreira 24 Agosto, 2015 em 10:44 - Responder

    A vida é uma grande pergunta à procura de grandes respostas, mas por vezes essas mesmas respostas surgem quando nem nos apetece perguntar nada.
    Foi o que aconteceu neste fim de semana (23/08/2015).
    Partilhar uma caminhada junto da sabedoria, tranquilidade e serenidade do Vasco, ouvir as verdades mais genuínas e assertivas do inspirador Luís, alimentar a alma com os “mimos gastronómicos” da doce Daniela e apenas ouvir e aprender com a ternurenta Sra. Dona Vitália e o adorável Sr. António tornam a vida muito mais apetecível.
    É tão fácil ser feliz com as simplicidades da vida que esta família nos proporciona.
    Não percam esta oportunidade, não deixem de participar nesta experiência única e vejam como a perspectiva de vida se transforma para melhor em tão pouco tempo…

    Obrigado por partilharem a vossa sabedoria e serenidade com todos nós…
    João Parreira

  11. Claudia 17 Agosto, 2015 em 22:26 - Responder

    A vida é feita de encontros e desencontros, e o vosso cantinho permitiu-me reencontrar, pude ser eu mesma sem esforço. Tantas vezes ouvi a palavra fluir que nunca percebi o verdadeiro significado, agora sim, não só importa perceber, tem de se sentir, deixar se guiar e apenas ser.Estou de coração cheio mas tão cheio que as palavras não cabem numa simples folha para descrever o que verdadeiramente senti e vivi. Fui sem expectativas, à espera de nada e à espera de tudo, fui à descoberta, deixei me levar pela intuição e fui guiada até verdadeiros anjos inspiradores, uma força da Natureza. Vivi tanto mas tanto que ainda não consigo exprimir em palavras, apenas consigo sentir, apenas flui e se vive sem tempo, sem data nem hora. As lágrimas escorrem me pelo rosto, enquanto escrevo, com sabor a saudade…saudade do que presenciei, saudade de um ”mundo” único e autentico, saudade de pessoas encantadoras, saudade das experiências fantásticas, saudade das partilhas, saudade das brincadeiras com algumas doses de loucura…cada dia foi um novo dia. Ai que saudade, ai que felicidade !
    Vasco um homem transparente onde reina a simplicidade e a sabedoria. És um ser apaixonante, os teus olhos brilham quando transmites os teus conhecimentos, não olhas à idade nem ao sexo, falas desde a criança ao velho, onde a mensagem flui de uma forma simples e objetiva, que até as crianças te entendem. Desejas que bebam da tua sabedoria e “vivam” contigo as tuas viagens…obrigada pelas partilhas.
    Continuem a espalhar sorrisos e fazerem mais pessoas sonhar.
    Até breve 🙂

  12. Ana Isa Mourinho 17 Agosto, 2015 em 17:49 - Responder

    Um fim de semana que revitaliza e energiza o Corpo, enraíza a Alma e permite o Espírito voar — é VidaBoa !

    Os Trilhos da Casa dos Sonhos permitem discorrer e perpassam todos os que lá se entregam, ao encanto da Água daquela Nascente.

  13. Filipe Evaristo Gonçalves 17 Agosto, 2015 em 10:18 - Responder

    Fim — de — semana Romântico,
    porque,
    me apaixonei pelos locais,
    as estrelas me beijaram toda a noite, e todo dia!!
    todos saíram acompanhados,
    Agradecido
    Filipe Gonçalves

  14. Xana Cerejo 21 Julho, 2015 em 14:00 - Responder

    Há momentos na vida assim… especiais, simplesmente perfeitos !
    Um lugar mágico, de sorrisos, de abraços, de olhares serenos, de puro amor. Recebida com um abraço caloroso, como um regresso a casa !
    Conheci pessoas maravilhosas, de coração puro, entregues ao simples prazer de estar, de viver, de partilhar. Em cada toque, em cada gesto, em cada momento, uma simplicidade impressionante e uma partilha de coração.
    A vida afinal é tão simples. Deixar fluir, amar, sorrir, aceitar. Projectamos aquilo que queremos para a nossa vida. Este fim-de-semana foi uma prova clara disso.
    Um sorriso sempre que fecho os olhos e revejo na memória os momentos vividos, os sorrisos, as gargalhadas, as aprendizagens, o carinho, a partilha, o rosto de todos os que tive o privilégio de conhecer nesta “viagem maravilhosa”.
    E por tudo isto estou grata. Feliz por me ter permitido voar, ir à descoberta do desconhecido, sair da minha “zona de conforto”. Porque a vida é tão maior, mais intensa, tão absoluta.
    Plena, serena, grata !

  15. Ana Teixeira 21 Julho, 2015 em 9:25 - Responder

    Vimos de coração cheio de cores, Amor e de sorrisos rasgados * Foi um privilégio partilhar convosco estes momentos que no total do tempo preenchem uma Vida * É assim que quero pintar a minha * Com Vivências que nos alimentam a mente, o corpo (e de que maneira), e a Alma * Pérolas que se cruzam no Nosso Caminho * dizem que “a Familia nao se escolhe” , além daquela com quem partilhamos o mesmo sangue, vamos escolhendo aquela com quem sentimos querer partilhar Vivências,movimentando mais no caminho que Sonhamos * Grata a Todos por terem escolhido passar este fim-de-semana com pessoas que nao conheciam e partilharem tanto de voces* Vitália Baião e Antonio por serem tao jovens e sábios * Daniela Ricardo pela bela “paparoca” e todo o carinho * Vasco Daniel pela iniciativa , ensinamentos, projecto e concretização, que acaba sempre com o 4º passo de um projecto : a Celebração (e que celebração) * Luis Baiao por partilhares tanto de ti e seres uma inspiração para Todos Nós * e a TODOS vocês 😀 * Somos Todos Um * <3

  16. Susana Pereira 21 Julho, 2015 em 0:05 - Responder

    Parece que sempre chegamos onde nos esperam… não somos nós que somos esperados mas as vivências que nos aguardam, quase como se de uma inevitabilidade se tratasse e então é como se entrássemos na estação de comboios a correr sem saber exactamente porquê a correria, para afinal entrarmos no primeiro comboio que passa, sem nos questionarmos tão pouco, qual é o destino. Foi assim, e ainda bem.. once in a while, o feeling é o de pertença — e sabe que nem ginjas- abrem-nos a porta e somos recebidos com um “senhor abraço” por uma mãe que também é Terra.., passamos por espaços onde o cuidado e a simplicidade estão escarrapachados e a natureza está tão presente, sentamo-nos à mesa e enquanto a conversa dá a mão à gargalhada, uns olhos doces e um sorriso rasgado trazem-nos o pão, as azeitonas e a “cena verde”- em jeito de entrada para tantas outras iguarias com que também fomos mimados ao longo destes 3 dias. A menina dos olhos doces, chama-se Daniela, e é assim, nesta sintonia que arrancamos e recebemos quem vai chegando e se vai aproximando, e começamos a perceber que a partir daqui já nada será como dantes.
    Que delicia de fim de semana !
    Descubro, que nesta vida existe uma D.Vitália e um Sr. António, para quem não tenho palavras que lhes façam justiça, se os quiser descrever. Sei que são de pontos oposto do nosso mapa, que se cruzam em Lisboa para seguirem um caminho juntos e que colocaram no mundo 2 homens bons. Todos juntos construíram um lar onde recebem de braços abertos — lembrou-me Chefchaouen, uma cidade onde se vive com a porta aberta e onde se é convidado para tomar o pequeno almoço só porque está a chover e se está resguardado à soleira de uma porta. Deixo a Casa dos Sonhos com a certeza de que a vida é muito mais do que aparenta ser e por isto tudo e muito mais fiquei com a sensação de que estivemos todos a adiar a saída até à última. Obrigada, Vasco !

  17. wtf11 18 Maio, 2015 em 13:59 - Responder

    Por isso, o sábio age sem esforço
    e ensina o não-falar,
    trata das coisas sem as possuir,
    e executa sem esperar elogios.
    E, porque não se apega,
    o que faz permanece para sempre.”

  18. tiagomendes7 14 Maio, 2015 em 9:58 - Responder

    Adorei o fim-de-semana ! Mesmo “vida boa”… Tudo fluindo sem uma ponta de stress e numa família alargada muito acolhedora e alegre. Adorei a casa, a comida, a companhia e a melodia dos pássaros à noite… incrível. Mais a ribeira e os segredos que ela esconde… A repetir 🙂

  19. Diana Almeida 13 Maio, 2015 em 23:25 - Responder

    é com profunda gratidão que guardo esta experiência de partilha, num espaço belíssimo — falo da serra e dos seus segredos e também da casa, com as suas histórias em cada recanto. esta família é mesmo zen (a D. Vitália e o Sr. António inspiram pela sua sabedoria serena). fomos recebidos com uma simplicidade plena de amor, permitindo a cada um explorar o seu espaço interior, em harmonia e tranquilidade. é bom “estar a estar”.

  20. Vanda Daniela Roque 13 Maio, 2015 em 14:35 - Responder

    Dias que revitalizam o corpo e a mente ! Respira-se Natureza !

Comente com gosto

%d bloggers like this: