Imers√£o Orientao AGO’23

21 avalia√ß√Ķes de clientes

18-20 AGO 2022 ūüďćMa√ß√£o, Casa dos Sonhos ‚ú®Pr√°ticas Daoistas e m√ļltiplas atividades

Desfruta de…

  • Sess√Ķes de Taichi, Qigong e Medita√ß√£o
  • Powertalks incisivas
  • Masterclasses de transforma√ß√£o
  • Workshops de desenvolvimento pessoal, sa√ļde e bem-estar
  • Caminhadas pela floresta
  • Passeios pela regi√£o
  • Banhos em rios, cascatas e piscinas ionizadas
  • Espa√ßo para estar, ser, conviver ou desfrutar dos sil√™ncios da natureza
  • Chillout e balan√ßos em redes de pano
  • Sete refei√ß√Ķes completas com comida e bebidas √† descri√ß√£o, confecionadas com produtos biol√≥gicos por chefs de alimenta√ß√£o saud√°vel e saborosa.
  • Noites de sono tranquilas

Aprendizagens inesquecíveis

Aprender com gosto e saborear para entender. Seja imersos na natureza, sentados na relva, com os p√©s no rio, junto a cascatas, miradouros deslubrantes, no quintal ou nas cadeiras meditativas, as nossas forma√ß√Ķes s√£o transformadoras e inesquec√≠veis, em lugares acolhedores e de grande beleza.

Workshop
Qigong

ENTRE AS √ĀRVORES

Respiração, postura, força, auto-regulação, reunir poder e vitalizar o ser.

Workshop Meditação

AFINAL √Č SIMPLES

M√©todos, corre√ß√Ķes, barreiras e abordagens para alcan√ßar estados meditativos.

Workshop
Taichi

BEM ENTRE BALANÇOS

Movimento, equilíbrio, harmonia, variação, desenvolver poder e soltar o ser.

Masterclass
Ansiedade

D√Ā-LHE AR

Conversas com a ansiedade, origem, padr√Ķes, t√©cnicas e resolu√ß√Ķes.

Masterclass
Filosofia Oriental

LI√á√ēES DA NATUREZA

Ligação, harmonia e bem-estar em sintonia com a natureza.

https://www.youtube.com/watch?v=EDU5Ue2yEEMhttps://youtu.be/50h5EJHvOew

Imers√£o √ļnica, alinhe e aproveite!

Programa

Sexta-feira

  • 15:00 Abrem as portas
  • Chillout
  • Snacks
  • Sunset vibes
  • 20:00 Jantarada
  • Passeio Noturno
  • Cavaqueira
  • C√©u estrelado, xixi-cama, ningu√©m manda em mim

Check-in das 15:00 às 23:00

S√°bado

  • Sess√£o de Daoyin, o Qigong Primordial
  • 08:30 Pequeno-almo√ßo
  • 09:30 Banhos de floresta
  • Workshop Qigong
  • 13:00 Almo√ßo
  • Dolce fare niente
  • Masterclass Ansiedade
  • Passeio
  • Workshop Medita√ß√£o
  • 20:00 Jantar
  • Passeio Noturno
  • Sess√£o de Medita√ß√£o
  • C√©u estrelado, xixi-cama, ningu√©m manda em mim

Domingo

  • Sess√£o de Daoyin, o Qigong Primordial
  • 08:30 Pequeno-almo√ßo
  • 09:30 Passeio
  • Workshop Taichi
  • Banhos de floresta
  • Masterclass Filosofia Oriental
  • 13:00 Almo√ßo
  • Dolce fare niente
  • Cavaqueira
  • 17:30 Rest√ī
  • All is full of love

Poder√£o haver altera√ß√Ķes ao programa sempre que se verifique vantajoso, exceto a hora de in√≠cio do checkin.

Saber sobre…

A fam√≠lia Condi√ß√Ķes Como chegar Check in / out
A família

 

O que é a Casa dos Sonhos?

A Casa dos Sonhos √© a habita√ß√£o do casal Ant√≥nio e Vit√°lia (os Hobbits), onde se conciliam diferentes projetos familiares. As japamalas do Ant√≥nio, os abra√ßos da Vit√°lia, o Alqimia Institute do Vasco, a Zen family do Lu√≠s e as dicas saborosas da Daniela. Nem todos os eventos re√ļnem os cinco familiares, mas o Ant√≥nio e a Vit√°lia, como anfitri√Ķes da casa s√£o presen√ßa regular.

Como saber de todos os retiros e eventos?

Seguindo o facebook da Casa dos Sonhos e garantir que não perde nenhuma publicação. Outro modo mais coerente, será visitar o site de cada um dos três projetos que facilitam retiros na Casa dos Sonhos ou pedir a cada um para adicionar o seu contacto na lista de espera:

Alqimia Institute

Zen family

Daniela Ricardo

Fazem retiros e eventos todo o ano?

Esta é uma casa de família em que a maioria do ano é a habitação do casal de hobbits, António e Vitália. Os retiros ocorrem entre maio e setembro, em fins de semana específicos. Já os eventos podem ocorrer em qualquer altura do ano.

Moram na Casa dos Sonhos?

O Ant√≥nio e a Vit√°lia s√£o os nossos anfitri√Ķes e residem na casa desde 2002.¬†O Vasco vive em Sintra desde 2022 movendo-se regularmente a Lisboa e a outras regi√Ķes de norte a sul. O Lu√≠s e a Daniela (casal), vivem na mesma aldeia, as Casas da Ribeira, desde 2020. Movendo-se tamb√©m regularmente pelo pa√≠s.

Cresceram todos em Mação?

Nenhum de nós cresceu em Mação. O António é alentejano, cresceu na aldeia de Baleizão, próxima a Beja. A Vitália é beiroa, cresceu no Caramulo, próxima a Viseu. O Vasco e Luís (irmãos), são sintrenses tendo crescido ambos em Sintra. A Daniela é portista, tendo crescido em Matosinhos.

Mação é a terra mais central à terra natal de cada um.

E se não conhecer ninguém?

Vem ao sítio certo.

Condi√ß√Ķes
Como é a comida?

Durante o retiro todos os pratos seguem uma alimentação vegetariana, saudável e saborosa. Com recurso a produtos biológicos e confecionados por Chefs de renome na área da alimentação consciente e natural. Pode servir-se à vontade e as vezes que quiser, para que sinta uma grande satisfação e contentamento.

Se tiver alguma¬†intoler√Ęncia alimentar, basta informar-nos antecipadamente para adequarmos alternativas.

Fazem descontos?

Alguns produtos disponíveis na Casa dos Sonhos, são vendidos a preço especial de evento, com produtos de artesanato singulares e extraordinários.

Já o evento em si, colocamos o preço final para que todos tenham direito ao desconto. Nenhum de nós vive disto, e o preço apresentado, face a tudo o que proporcionamos, só é possível por usarmos estes retiros como promoção do nossos trabalhos e projetos individuais.

√Č tudo integral e por inteiro, abra√ßos, carinhos, cuidados e o valor.

H√° limites de idade para participar?

O limite de idade é dado pela autonomia.

Cada participante tem de ser plenamente aut√≥nomo e respons√°vel, em todas as suas fun√ß√Ķes. Tanto no √Ęmbito f√≠sico, emocional ou mental.

Para inscrever-se o mesmo não pode ser dependente de um responsável ou tutor,  para operar no dia a dia.

No √Ęmbito de um retiro, as nossas atividades requerem uma independ√™ncia plena de cada participante.

Posso levar um animal de estimação

N√£o temos condi√ß√Ķes para receber os bichinhos e alguns dos participantes trazem medos em rela√ß√£o a alguns animais.

Pensando no bem comum dos participantes, optámos por não receber animais de estimação por sistema.

E a dormida?

Na Casa dos Sonhos¬†podemos oferecer¬†dormida √† primeira d√ļzia de inscritos, lotando assim a capacidade de oferecer guarida assim como as vagas dispon√≠veis. Com a devida aten√ß√£o de juntar por casal, g√©nero ou grupos de amigos. Temos um quarto com tr√™s camas e todos os outros com duas camas, com possibilidade de fazer casal.

Não é possível ficar com um quarto individual, pois isso anularia a possibilidade de outra pessoa ingressar o retiro. Sublinhamos uma vez mais que a dormida é algo que oferecemos e que não está incluído no valor.

No entanto, √© poss√≠vel inscrever-se no retiro e ficar a dormir noutro local desde que nos informe antecipadamente. Tanto na aldeia como na regi√£o, existem pousadas de alojamento, com excelentes op√ß√Ķes. Teremos todo o gosto em indicar-lhe os contactos, n√£o hesite.

Peciso de saco-cama?

Se tiver dormida na Casa dos Sonhos, não é um requisito levar saco-cama, pois dispomos de lençóis, cobertores e mantas.

Poderá no entanto, gostar de dormir no seu saco-cama por sentir um conforto diferente, para ir ver as estrelas cadentes no céu estrelado ou mesmo por sentir uma vontade de dormir ao relento no nosso jardim.

Como chegar
√Č longe de onde moro?

Em cada retiro v√™m participantes de todo o pa√≠s. De norte a sul, das ilhas e mesmo de outros pa√≠ses. Assim longe ou perto, √© relativo. Nas palavras do nosso grande poeta Pessoa,¬†‚ÄúTudo vale a pena quando a alma n√£o √© pequena‚ÄĚ.

Onde fica?

A Casa dos Sonhos fica na aldeia das Casas da Ribeira, do concelho de Mação, ficando a 20 km de Abrantes. Fica na junção da região do Ribatejo, da Beira Baixa, do Alto Alentejo e de Espanha.

H√° transportes p√ļblicos?

Se vier de comboio a esta√ß√£o de destino √© Alvega-Ortiga (a 17 km) e existe um t√°xi gratuito da c√Ęmara para o centro de Ma√ß√£o (a 5 km).

Autocarros existem para Mação ou Abrantes.

Quer saia em Mação (a 5 km). Alvega-ortiga (a 17 km) ou Abrantes (a 32 km) pode apanhar um táxi para a nossa morada. Ou se nos informar da hora a que chega, com pelo menos um dia de antecedência, enviaremos um familiar para a recolher, gratuitamente.

E se quiser companhia na viagem?

Seja pela companhia ou pela partilha das despesas, as boleias são uma ótima opção.

Após a inscrição disponibilizamos um Mural de Boleias, online e privado, que funciona por autogestão dos participantes.

Tipicamente, há participantes vindos de norte a sul, continente e ilhas, sendo também comum virem diretamente do estrangeiro ao evento.

O mais provável é vir alguém da sua região ou que o apanhe pelo caminho. Dê o passo, que o caminho surge.

E para quem vive fora de Portugal?

Quer aterre no aeroporto de Lisboa ou do Porto, existe uma excelente rede de comboios e autocarros. Além de que temos o Mural de Boleias, fornecido aos inscritos para que organizem entre si as boleias.

Check in / out
Quando começa o check-in?

A partir de¬†sexta-feira, entre as 15:00 e a meia-noite.¬†√Č comum, os participantes que trabalham na sexta-feira, por isso este √© um dia de acolhimento para que cada um possa ambientar-se.

A partir das 15:00 pode aparecer e ficar a relaxar na zona chillout.¬†O jantar √© servido a partir das 20:00. Se chegar depois do jantar, avise-nos com anteced√™ncia se desejar que o guardemos numa marmita especial para si. Se chegar √†s 22:00, apanha a ‚ÄúIntrodu√ß√£o‚ÄĚ e o limite para fazer o check-in ser√° a meia-noite.

Posso aparecer antes do check-in?

Durante os preparativos não é possível receber participantes.

Até ao momento em que abrimos as portas para receber os participantes, toda  a equipa encontra-se numa intensa azáfama para ter tudo alinhado e providenciar o melhor.

Porém se tiver o dia livre, pode ir passear pela região e usufruir de Mação.

Quando é o check-out?

Geralmente a partir das 17h / 18h de domingo, damos um lanche ajantarado para o reforçar para a viagem.

Entre partilhas, miminhos e despedidas por vezes vemos o sol a p√īr-se.

Sentimos uma tremenda satisfação ao ver que quem vem, sai com um brilho nos olhos, profundamente relaxada, tranquila e animada com todas as vivências.

Posso partir antes do check-out?

Se no domingo tiver de sair antes das 17h, seja qual for o motivo, está tudo bem também.

Basta informar-nos para adequarmos a logística.

O que é a Casa dos Sonhos?

A Casa dos Sonhos √© a habita√ß√£o do casal Ant√≥nio e Vit√°lia (os Hobbits), onde se conciliam diferentes projetos familiares. As japamalas do Ant√≥nio, os abra√ßos da Vit√°lia, o Alqimia Institute do Vasco, a Zen family do Lu√≠s e as dicas saborosas da Daniela. Nem todos os eventos re√ļnem os cinco familiares, mas o Ant√≥nio e a Vit√°lia, como anfitri√Ķes da casa s√£o presen√ßa regular.

Como saber de todos os retiros e eventos?

Seguindo o facebook da Casa dos Sonhos e garantir que não perde nenhuma publicação. Outro modo mais coerente, será visitar o site de cada um dos três projetos que facilitam retiros na Casa dos Sonhos ou pedir a cada um para adicionar o seu contacto na lista de espera:

Alqimia Institute

Zen family

Daniela Ricardo

Fazem retiros e eventos todo o ano?

Esta é uma casa de família em que a maioria do ano é a habitação do casal de hobbits, António e Vitália. Os retiros ocorrem entre maio e setembro, em fins de semana específicos. Já os eventos podem ocorrer em qualquer altura do ano.

Moram na Casa dos Sonhos?

O Ant√≥nio e a Vit√°lia s√£o os nossos anfitri√Ķes e residem na casa desde 2002.¬†O Vasco vive em Sintra desde 2022 movendo-se regularmente a Lisboa e a outras regi√Ķes de norte a sul. O Lu√≠s e a Daniela (casal), vivem na mesma aldeia, as Casas da Ribeira, desde 2020. Movendo-se tamb√©m regularmente pelo pa√≠s.

Cresceram todos em Mação?

Nenhum de nós cresceu em Mação. O António é alentejano, cresceu na aldeia de Baleizão, próxima a Beja. A Vitália é beiroa, cresceu no Caramulo, próxima a Viseu. O Vasco e Luís (irmãos), são sintrenses tendo crescido ambos em Sintra. A Daniela é portista, tendo crescido em Matosinhos.

Mação é a terra mais central à terra natal de cada um.

E se não conhecer ninguém?

Vem ao sítio certo.

Como é a comida?

Durante o retiro todos os pratos seguem uma alimentação vegetariana, saudável e saborosa. Com recurso a produtos biológicos e confecionados por Chefs de renome na área da alimentação consciente e natural. Pode servir-se à vontade e as vezes que quiser, para que sinta uma grande satisfação e contentamento.

Se tiver alguma¬†intoler√Ęncia alimentar, basta informar-nos antecipadamente para adequarmos alternativas.

Fazem descontos?

Alguns produtos disponíveis na Casa dos Sonhos, são vendidos a preço especial de evento, com produtos de artesanato singulares e extraordinários.

Já o evento em si, colocamos o preço final para que todos tenham direito ao desconto. Nenhum de nós vive disto, e o preço apresentado, face a tudo o que proporcionamos, só é possível por usarmos estes retiros como promoção do nossos trabalhos e projetos individuais.

√Č tudo integral e por inteiro, abra√ßos, carinhos, cuidados e o valor.

H√° limites de idade para participar?

O limite de idade é dado pela autonomia.

Cada participante tem de ser plenamente aut√≥nomo e respons√°vel, em todas as suas fun√ß√Ķes. Tanto no √Ęmbito f√≠sico, emocional ou mental.

Para inscrever-se o mesmo não pode ser dependente de um responsável ou tutor,  para operar no dia a dia.

No √Ęmbito de um retiro, as nossas atividades requerem uma independ√™ncia plena de cada participante.

Posso levar um animal de estimação

N√£o temos condi√ß√Ķes para receber os bichinhos e alguns dos participantes trazem medos em rela√ß√£o a alguns animais.

Pensando no bem comum dos participantes, optámos por não receber animais de estimação por sistema.

E a dormida?

Na Casa dos Sonhos¬†podemos oferecer¬†dormida √† primeira d√ļzia de inscritos, lotando assim a capacidade de oferecer guarida assim como as vagas dispon√≠veis. Com a devida aten√ß√£o de juntar por casal, g√©nero ou grupos de amigos. Temos um quarto com tr√™s camas e todos os outros com duas camas, com possibilidade de fazer casal.

Não é possível ficar com um quarto individual, pois isso anularia a possibilidade de outra pessoa ingressar o retiro. Sublinhamos uma vez mais que a dormida é algo que oferecemos e que não está incluído no valor.

No entanto, √© poss√≠vel inscrever-se no retiro e ficar a dormir noutro local desde que nos informe antecipadamente. Tanto na aldeia como na regi√£o, existem pousadas de alojamento, com excelentes op√ß√Ķes. Teremos todo o gosto em indicar-lhe os contactos, n√£o hesite.

Peciso de saco-cama?

Se tiver dormida na Casa dos Sonhos, não é um requisito levar saco-cama, pois dispomos de lençóis, cobertores e mantas.

Poderá no entanto, gostar de dormir no seu saco-cama por sentir um conforto diferente, para ir ver as estrelas cadentes no céu estrelado ou mesmo por sentir uma vontade de dormir ao relento no nosso jardim.

√Č longe de onde moro?

Em cada retiro v√™m participantes de todo o pa√≠s. De norte a sul, das ilhas e mesmo de outros pa√≠ses. Assim longe ou perto, √© relativo. Nas palavras do nosso grande poeta Pessoa,¬†‚ÄúTudo vale a pena quando a alma n√£o √© pequena‚ÄĚ.

Onde fica?

A Casa dos Sonhos fica na aldeia das Casas da Ribeira, do concelho de Mação, ficando a 20 km de Abrantes. Fica na junção da região do Ribatejo, da Beira Baixa, do Alto Alentejo e de Espanha.

H√° transportes p√ļblicos?

Se vier de comboio a esta√ß√£o de destino √© Alvega-Ortiga (a 17 km) e existe um t√°xi gratuito da c√Ęmara para o centro de Ma√ß√£o (a 5 km).

Autocarros existem para Mação ou Abrantes.

Quer saia em Mação (a 5 km). Alvega-ortiga (a 17 km) ou Abrantes (a 32 km) pode apanhar um táxi para a nossa morada. Ou se nos informar da hora a que chega, com pelo menos um dia de antecedência, enviaremos um familiar para a recolher, gratuitamente.

E se quiser companhia na viagem?

Seja pela companhia ou pela partilha das despesas, as boleias são uma ótima opção.

Após a inscrição disponibilizamos um Mural de Boleias, online e privado, que funciona por autogestão dos participantes.

Tipicamente, há participantes vindos de norte a sul, continente e ilhas, sendo também comum virem diretamente do estrangeiro ao evento.

O mais provável é vir alguém da sua região ou que o apanhe pelo caminho. Dê o passo, que o caminho surge.

E para quem vive fora de Portugal?

Quer aterre no aeroporto de Lisboa ou do Porto, existe uma excelente rede de comboios e autocarros. Além de que temos o Mural de Boleias, fornecido aos inscritos para que organizem entre si as boleias.

Quando começa o check-in?

A partir de¬†sexta-feira, entre as 15:00 e a meia-noite.¬†√Č comum, os participantes que trabalham na sexta-feira, por isso este √© um dia de acolhimento para que cada um possa ambientar-se.

A partir das 15:00 pode aparecer e ficar a relaxar na zona chillout.¬†O jantar √© servido a partir das 20:00. Se chegar depois do jantar, avise-nos com anteced√™ncia se desejar que o guardemos numa marmita especial para si. Se chegar √†s 22:00, apanha a ‚ÄúIntrodu√ß√£o‚ÄĚ e o limite para fazer o check-in ser√° a meia-noite.

Posso aparecer antes do check-in?

Durante os preparativos não é possível receber participantes.

Até ao momento em que abrimos as portas para receber os participantes, toda  a equipa encontra-se numa intensa azáfama para ter tudo alinhado e providenciar o melhor.

Porém se tiver o dia livre, pode ir passear pela região e usufruir de Mação.

Quando é o check-out?

Geralmente a partir das 17h / 18h de domingo, damos um lanche ajantarado para o reforçar para a viagem.

Entre partilhas, miminhos e despedidas por vezes vemos o sol a p√īr-se.

Sentimos uma tremenda satisfação ao ver que quem vem, sai com um brilho nos olhos, profundamente relaxada, tranquila e animada com todas as vivências.

Posso partir antes do check-out?

Se no domingo tiver de sair antes das 17h, seja qual for o motivo, está tudo bem também.

Basta informar-nos para adequarmos a logística.

Conta-me uma história

Baseada em factos verídicos

Chegamos na sexta-feira, ficando cada vez mais confortáveis no maravilhoso espaço que nos acolhe. Jantamos, sentimos o ar da serra, o som dos grilos e deitados no pátio contemplamos as estrelas e tudo o que nos envolve para o fim-de-semana que se avizinha.

De manhã queixamo-nos do chilrear dos pássaros, ainda ressacados da ausência das buzinas. Respiramos fundo e começamos a fluir. Alguns entram no dia com práticas de alinhamento e meditação, outros aproveitam para dormir um pouco mais e espreguiçar-se longamente entre lençóis.

Alimentados, desfrutamos a manh√£ ao sabor de vontade, passeios, palestras, mergulhos, conversas e trocas de ensinamentos. Alguns optam por colocar as m√£os em massas que mais tarde se poder√£o comer ou a apanhar alfazemas, rosmaninho e outras.

Almoçamos e stressamos na indecisão de ir tomar um café na aldeia ou dormir uma pequena sesta no jardim. Admiramos os amigos que optam por realizar ambas as atividades.

De manhã queixamo-nos do chilrear dos pássaros, ainda ressacados da ausência das buzinas. Respiramos fundo e começamos a fluir. Alguns entram no dia com práticas de alinhamento e meditação, outros aproveitam para dormir um pouco mais e espreguiçar-se longamente entre lençóis.

Com o sol que se suaviza damos in√≠cio a estudos relaxados, entre curas pelo som, aprendendo a cuidar da sa√ļde pelas plantas, rem√©dios caseiros e massagem. E √© com o poente que damos in√≠cio a pr√°ticas conciliadas milenares, realinhando o interno e externo num ritmo.

Cai a noite e sobe a fome, pelo que paramos e jantamos. O ser√£o estende-se em modo livre entre filmes, tert√ļlias e a contempla√ß√£o de estrelas cadentes e ascendentes.

√Č domingo, no monte al√©m ecoam os sinos da igreja e com estes damos continuidade ao nosso retiro. Nutridos pelos exerc√≠cios do sol e um pequeno-almo√ßo no bucho, continuamos nas nossas espont√Ęneas actividades, com sol e movimento. Almo√ßo de domingo no jardim, seguindo-se uma caminhada pela serra e o reconhecimento da flora local e propriedades.

Criamos espaço ao imprevisto e à nossa adaptabilidade em fluir. Sentimo-nos mais leves, revigorados e com um otimismo primaveril. Felizes de tudo o que experimentámos, questionamo-nos se realmente participámos neste retiro ou se foi tudo apenas, um sonho de vida boa. Dias mágicos que recordamos com um suspiro e um sorriso.

  1. Sónia Massi

    J√° os conhe√ßo h√° bastantes anos mesmo! Na altura, conheci pelas terapias de gengibre… e desde o primeiro dia, que a sensa√ß√£o √© que somos todos fam√≠lia! ūüíö N√£o interessa de onde viemos, de quem somos, que somos acolhidos como parte da fam√≠lia. E nunca encontrei nenhum lugar assim.
    Fiz um retiro na Casa dos Sonhos e o nome diz tudo… √© um local, onde vamos nos nutrir em conhecimento, acolher as nosas emo√ß√Ķes, aprender a cuidar delas e do nosso corpo, sempre em Aceita√ß√£o, Amor e Partilha ūüíöūüôŹūüĆłūüćÉ Conto voltar… ūüėČūü•į

  2. José Mendes

    “Vida Boa”. Foi √≥ptimo! Recomendo.

  3. Patrícia Lino

    Fazer este retiro na Casa dos Sonhos √© como viajar para um mundo paralelo. A energia do local e das pessoas que nos acolhem como uma verdadeira fam√≠lia, as actividades, os banhos de natureza, a comida… √Č tudo m√°gico e inexplic√°vel por palavras, apenas √© poss√≠vel entender quem se arrisca e se permite a passar por esta experi√™ncia. Recomendo a 100% e espero voltar em breve!

  4. Teresa Graça (proprietário verificado)

    Uma óptima experiência. Recomendo

  5. Mafalda Ara√ļjo (propriet√°rio verificado)

    A Casa dos Sonhos foi uma verdadeira descoberta e o retiro ‚ÄúVida Boa‚ÄĚ uma √≥ptima experi√™ncia. A repetir!

  6. Cl√°udia Maia (propriet√°rio verificado)

    Um local fantástico onde a paz a harmonia e o sossego se unem. Uma experiência a repetir. 5 estrelas são poucas. 10 no mínimo pois tudo o que se sente naquela casa é indescritível

  7. Sara Mariano

    Adorei passar uns dias no retiro na Casa dos Sonhos. Com boa companhia, ótima hospitalidade, comida deliciosa, e estéticas lindíssimas e calmas a nossa estadia foi como mais nenhuma. Adoramos viajar pelas montanhas com o nosso grupo liderado por Vasco e aprendemos mais sobre nós próprios durante o retiro. Se estão á procura de aliviar o seu estresse e esquecer do mundo por um bocado, recomendo visitar a Casa dos Sonhos. Acabas por ter feito um grupo de amigos para sempre e sentes-te parte da família Baião.

  8. Sandra Viana

    Venho expressar a minha gratid√£o pelos momentos √ļnicos do dia maravilhoso que passei na Casa dos Sonhos, sempre sentidos em fam√≠lia. Visitar a Casa dos Sonhos √©, desde o primeiro dia, como visitar a casa dos av√≥s e de amigos. Recebida com abra√ßos, carinho, alegria, ensinamentos e comida saborosa. √Č tamb√©m o retiro para aprender sempre algo novo com todos os que nos recebem e todos os que participam, desfrutar da natureza e viver experi√™ncias diferentes! Que continuem a inspirar viver a vida e com leveza, simplicidade e beleza.

  9. Salete Costa

    “Casa dos Sonhos” de uma fam√≠lia acolhedora, um espa√ßo de equil√≠brio e bem-estar em harmonia com a natureza onde √© poss√≠vel praticar e usufruir de atividades rejuvenescedoras para o corpo e para a mente. Uma experi√™ncia que desejo repetir.

  10. Sandrina Reis

    Desde o espa√ßo √†s pessoas, n√£o poder√≠amos pedir melhor. Um local onde nos acolhem como se f√īssemos fam√≠lia fazendo-nos sentir em casa. Onde nos podemos desligar dos ‚Äúbarulhos‚ÄĚ do dia a dia e ligar-nos √† nossa ess√™ncia. Sem d√ļvida um espa√ßo que aconselho vivamente e onde pretendo voltar.

  11. Armanda Bastos Ferreira

    Família autêntica, de coração enorme, que acolhe de forma natural e ternurenta todos os que por lá passam. Bem-hajam por serem assim e por existirem!

  12. Herminia Araujo

    A Casa dos Sonhos é um lugar que nos revitaliza o corpo, que nos enche a alma e que nos permite viver e partilhar boas experiências. O espaço tem uma excelente energia, assim como toda a família, que nos recebe com tanto amor. Muito grata

  13. Lia Matos

    Pessoas e espaço com uma energia fantástica de fraternidade e Amor! Para alimentar o Corpo, o Coração e a Alma a todos os níveis.
    Uma vivência holística regeneradora insuperável que vale muito a pena!

  14. Nuno Torres (propriet√°rio verificado)

    Uma estadia na Casa dos Sonhos deveria ser integrada no plano nacional de sa√ļde. Faz bem e n√£o tem efeitos secund√°rios nocivos. Foi t√£o √ļnico que repeti. Um grande e forte abra√ßo para aquela fam√≠lia maravilhosa, estendido a todos os participantes com quem vivi momentos inesquec√≠veis.

  15. Leonor Pereira Martins

    Conheci a família da casa dos sonhos há quatro anos e desde aí a minha vida não mais foi a mesma. Já lá fiz vários retiros, na casa onde somos recebidos por gente de coração grande, gente de um tão grande valor que nos ensina a acreditar, a confiar, a viver um verdadeiro sonho. São fins de semana em que se vive no paraíso, onde alimentamos o corpo, a mente e o espírito e enchemo-los do mais puro alimento.
    Se mais estrelas houvesse, mais lhes daria.

  16. Vítor Esteves

    Já fiz 2 retiros na casa dos sonhos. São maravilhosos. Toda a família é fantástica. Vive se num ambiente de amor, verdade. Todos têm muito para ensinar com humildade. A comida da Daniela é divinal. Para quem pretenda mudar os seus hábitos alimentares está maravilhosamente bem entregue. Estamos sempre a ser desafiados para sair da zona de conforto.
    Em duas palavras é bru tal!!

  17. Filipe Santos

    Ser recebido na Casa dos Sonhos pelo pai hobbit Ant√≥nio com uma fraternal massagem nos p√©s e com o carinho maternal da m√£e hobbit Vit√°lia, al√©m de poder saborear a comida maravilhosa da Daniela durante todas as refei√ß√Ķes do retiro, “s√≥” por isto pressenti rapidamente que seria uma experi√™ncia √ļnica e que iria receber bem mais do que aquilo que dei…

    Não satisfeitos, ainda nos dedicaram vários eventos envolvidos na natureza, com a boa energia e a sabedoria do Vasco e as histórias inspiradoras das viagens do irmão Luís.

    Um abraço com carinho e saudade para toda a família!

  18. Cid√°lia Santos

    Uma experi√™ncia inesquec√≠vel que fica marcada nas nossas c√©lulas, para toda a vida! Na Casa dos Sonhos tomamos contacto com outra dimens√£o terrena! √Č um lugar m√°gico, com pessoas m√°gicas, que nos acolhem de forma m√°gica. Toda a gente deve conhecer a Casa dos Sonhos, pois √© um Templo Sagrado, onde tocamos o Divino que nos habita.
    Um abraço imenso, de coração a coração para o Vasco, para a Daniela, para o Luís e para os inesquecíveis e amorosos mãe Vitália e pai António.

  19. V√Ęnia Sousa

    Costumo dizer que a melhor forma de avaliar um s√≠tio √© dizer que quero l√° voltar… E a esta viv√™ncia n√£o me importo de voltar uma e outra vez.
    Toda uma envolvente fant√°stica que nos permite sair do toque do tambor para voltar ao toque do bater do cora√ß√£o ūüíô‚ú®

  20. Daniela Salom√£o Barata (propriet√°rio verificado)

    Foi a aprender com a imprevisibilidade e flexibilidade da vida – e consequentemente de mim – que entrei na casa dos sonhos. Acredito que tem um campo m√°gico l√° dentro que ajuda cada um a trabalhar o que tem de transcender. S√≥ posso estar eternamente agradecida por relacionar o sagrado que ali existe, com o meu cora√ß√£o sair mais aberto e mais humilde ūü§ćūüíô

  21. Sandrina Reis

    Desde o espa√ßo √†s pessoas, n√£o poder√≠amos pedir melhor. Um local onde nos acolhem como se f√īssemos fam√≠lia fazendo-nos sentir em casa. Onde nos podemos desligar dos ‚Äúbarulhos‚ÄĚ do dia a dia e ligar-nos √† nossa ess√™ncia. Sem d√ļvida um espa√ßo que aconselho vivamente e onde pretendo voltar.

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.