Em 2019…. abrande!

De acordo com o Qi das 9 Estrelas, o ano de 2019 será caracterizado pelo trigrama da “Montanha”. Esta fase energética do “Solo mais yang” é caracterizado por um movimento estável e vagaroso, que é imponente e discreto. Este é um ano que apela ao trabalho interno, diligência, consistência e integridade.

Enquanto que o ano de 2018 foi caracterizado pelo trigrama do “Fogo”, fazendo-se sentir fugaz e disperso, o de 2019 parecerá uma década concentrada num ano. O arquétipo da montanha é associado também ao ermita, ao monge e à meditação, incitando ao desafio e a melhorar.

Problemas do baço-pâncreas e na digestão, podem tornar-se mais comuns e desenvolver práticas para ganhar tónus muscular assim como aprender a mastigar bem, será uma mais-valia.

É um ano que pede resiliência, força e coragem sendo o antigo poema de Nayyirah Waheed o melhor curso que devemos tomar nesta fase:

“Quero viver tão densamente, exuberante e lento que nos próximos anos, um ano será como dez anos e o passado apenas uma página, no livro da minha vida.”

Conselhos para 2019

Pessoas nascidas nos anos de 1947, 1956, 1965, 1974, 1983, 1992, 2001 e 2010, deverão prestar especial atenção ao longo do ano. Devem ponderar com cuidado grandes empreitadas, pois irão atravessar o ano da potência.

Todos aqueles que tenham nascido em 1953, 1962, 1971, 1980, 1989, 1998 e 2007, o nosso ano pessoal é também o da “Montanha”. Este é um evento que ocorre apenas a cada 81 anos onde alinha-se uma potência harmónica extraordinária para realizarmos um trabalho interior. Seja a meditar, a lançar sementes para projetos ou para guiar outros na travessia deste ano.

Para todos os professores de meditação há um chamamento em curso, a que devemos responder.

Para discípulos e mestres das práticas daoistas, neste ano devemos praticar em especial o Dagong (o Qigong Avançado do colete de Qi), pois iremos precisar de uma proteção e energia extra para conseguir auxiliar outros nos seus percursos. Dentro do Qigong mais elementar, os alunos poderão dar predominância à postura do Wuji e à Postura da Árvore (Zhan zhuang). Os praticantes de artes marciais poderão praticar mais o Mabu (postura do cavalo) e os praticantes de yoga poderão exercitar mais o Tadasana e o Adho Mukha Svanasana. Massagistas e acupunturistas deverão tonificar regularmente o ponto Kunlun (昆侖, 60 da bexiga).

Se não possui conhecimento em nenhuma das áreas mencionadas acima, poderá encostar regularmente as costas a uma árvore durante 5 a 15 minutos (em especial cedros e pinheiros). Outra opção é sentar-se com as costas direitas, realizando respirações profundas na direção do umbigo.

Projeto Alqimia

Devido ao ano que se avizinha, no decorrer dos últimos meses temos vindo a realizar preparativos:

  • A inauguração do Alqimia Studio;
  • Sessões de meditação;
  • Melhorar a comunicação;
  • Um curso completo para ensinar o sistema das Práticas de Wudang (Qigong, Taiji, Arter Marciais, Meditação, Artes Curativas e os Princípios Essenciais);
  • A reabertura de diferentes terapias e consultas.

Fica o convite a que descubra o templo que habita em cada um e cuidar do seu altar interior. Questões que possa ter não hesite em contactar-nos para email@alqimia.org, que responderemos com vagar e atenção plena.

Comece em Fevereiro

Energeticamente o ano inicia-se com a primeira lua nova de Fevereiro, que irá ocorrer a 5 de Fevereiro. Para dar início a grandes mudanças este é o melhor dia para arrancar. Uma força emergente irá verificar-se a nível global nesta data e tudo na natureza irá despertar para uma nova fase.

Em 2019 teremos de arregaçar as mangas, respirar profudamente e meditar.

Fotografia por Vasco Daniel © 2015 – na ilha do Pico, Açores