(Dia 14 * Montanha do Cavalo Branco 白马山, CHINA 中国 * 15-11-2013)
Dentro e fora, espaço e tempo, perto e longe, inferior e superior, são fruto da separação da mesma moeda em cara e coroa. Distinguindo, separamos cara e coroa em entidades concretas, distintas. A moeda é esquecida, lembrada talvez no abstracto ou no místico. Comparações transitórias tornam-se persistentes julgamentos. E nesta interrupção do discernimento, oculta-se a realidade em cristalizadas ilusões.

By |Novembro 5th, 2014|

Comente com gosto

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.