2007 ║ 122 horas ▒ 

comida (2)

Comecei a cozinhar aos 10 anos, preparava o meu almoço e de vez em quando fazia uns bolos de iogurte. Testava variações e percebia como aumentar a humidade, fazê-lo crescer e toda a arte da alquimia na cozinha. Ainda hoje adoro. É uma forma de criação e em períodos que esteja mais perturbado, nem uns ovos mexidos decentes consigo fazer. Felizmente, são raros estes momentos e vou-me entretendo a descobrir o pitéu perfeito em cada género. Aquele arroz com goma, aquele nabo que sabe a chuchu e o doce de cacau que chega ao grau de sublime. Um bom prato não precisa de ser elaborado e complexo. Beneficia sim, de cuidado, entendimento e gosto… muito gosto.

No ano de 2007 iniciei no IMP (Instituto Macrobiótico de Portugal) a minha aprendizagem através do curso anual de Culinária Macrobiótica. Entre e cozinhados fui tendo introduções aos princípios filosóficos e medicinais subjacentes. Para além das propriedades orgânicas dos alimentos, a culinária macrobiótica considera também a qualidade energética dos mesmos. Utilizando os princípios na elaboração e confecção dos menus, jogando com os sabores, as cores e os diferentes estilos culinários numa alimentação saudável e muito saborosa.

Ao longo do ano tive 6 professores excepcionais que me guiaram neste campo. O meu agradecimento ao Francisco Varatojo, Eugénia Varatojo, Laura Dinis, Natália Rodrigues, Sara Fernandes e Clara Galanos.

PROGRAMA :

  1. Princípios Básicos da Filosofia Oriental, Energia Ki, Yin e Yang
  2. A constituição energética do ser humano
  3. Princípios Básicos da Culinária Macrobiótica
  4. Como Montar uma cozinha saudável
  5. Diferentes estilos e métodos culinários
  6. A importância dos diferentes tipos de corte
  7. Pratos de cereais
  8. Algas e leguminosas
  9. Conhecer os diferentes cereais, suas características e como confeccioná-los
  10. O Yin e Yang na alimentação
  11. Pequenos-almoços saudáveis
  12. Como cozinhar nas diferentes estações do ano (alimentos, métodos e cortes)
  13. Alimentação para grávidas, bebés e crianças
  14. Diferenças na alimentação de homens, mulheres, crianças e idosos
  15. Cozinha medicinal : pratos específicos em função das necessidades pessoais
  16. Características energéticas dos alimentos e como ajustar a confecção
  17. Remédios caseiros : emplastros, compressas e bebidas
  18. Preparação de vários alimentos por processos naturais
  19. Produção caseira de pão, tartes, seitan, pickles, snacks, sushi, etc.
  20. Elaboração de Menus equilibrados
  21. Alimentar a Pele
  22. Feng Shui da Cozinha
  23. Partilha de Saberes com Sabores
  24. Avaliação de final de ano

Juntamente com esta “primeira” formação, tenho vindo a participar desde então, em dezenas de workshops de culinária macrobiótica ao longo dos anos, investindo mais uma ou duas centenas de horas. Para além da alegria do convívio gerado nestes eventos, tenho vindo a comer no final, os trabalhos das aulas e mesmo os de casa.

BALANÇO FINAL → 122 h  1500€  12 h por mês  durante 1 ano