Marrocos viagem

Noite num deserto, conversa à luz das estrelas, partilhas entre seres.
Bérbere expressa palavras sábias numa definição simples :

La vida és como una vaca
Uns dias dá-te leche
Outros dias dá-te caca”

Junto-a aos pensamentos diários de bolso, agregando-o ao existente : Melhores dias sempre virão e atrás de núvens bem cinzentas brilha um sol

Gambuzino modo sorumbático toca no baú escuta um “Nothing Else Matters” duns Metallica
So close, no matter how far Couldn’t be much more from the heart” 
Volvidos 20 anos a letra mais actual parece ser : “So far, no matter how close”

A distância geográfica, por-menor …que seja. Um carro para cada ser. Transportes de meia em meia hora. Mais rápido, mais cómodo mais barato, mais meios de comunicação à distância de um botão. Proliferam em diversos feitios, encaixes, braceletes, sem fios…

No outro lado do mundo, no meio do deserto do Saara, à distância de um comboio do Monte da Lua, ou de um expresso a Sete Rios. Os amigos, conhecidos ou queridos, uniformizam-se todos à mesma distância… a de um ecrã.


Tens facebook ?
Dás-me o teu email ?
Para que serve o telemóvel?”

Mas, no teu pequeno planeta, basta colocares a tua cadeira alguns passos mais à frente. E podes ver o pôr do Sol sempre que desejares…
- Um dia vi o pôr do Sol quarenta e três vezes !
E, pouco depois, continuaste :
–Sabes…quando se está muito, muito triste, gosta-se do pôr do Sol…
- No dia das quarenta e três vezes estavas assim tão triste ?
O principezinho não respondeu.”